In lieu of an abstract, here is a brief excerpt of the content:

Reviewed by:
  • Tentative Transgressions: Homosexuality, AIDS, and the Theater in Brazil
  • Victor Hugo Adler Pereira
Albuquerque, Severino J. Tentative Transgressions: Homosexuality, AIDS, and the Theater in Brazil. Madison: U of Wisconsin P, 2004. xiii + 255 pp. Notes. Bibliography. Index.

Depois de analisar o impacto da tortura e da violência das ditaduras militares no teatro, em Violent Acts: a study of contemporary Latina American theatre (1991), o professor Severino Albuquerque oferece nova obra destinada a se tornar referência para estudos sobre outra questão polêmica.

Uma pergunta atravessa o livro recentemente publicado nos EUA: Aqueles e aquelas considerados subalternos devido ao estigma do homossexualismo têm fala própria no teatro brasileiro? A partir de estudos atuais sobre a "subalternidade" e gênero, com atenção especial para os mecanismos de repressão ou encobrimento dos conflitos na sociedade brasileira, atualiza a questão colocada originalmente por Gayatri Spivak.

Por essa trilha, o livro apresenta o primeiro estudo profundo e abrangente sobre as figurações do desejo homoerótico na cena teatral brasileira. [End Page 196]

Graças à abordagem adotada e à amplitude de fatores arrolados na análise das atividades teatrais, o livro constitui-se numa contribuição para a discussão de um vasto espectro de problemas relacionados às relações de gênero no Brasil—e, ainda, para a compreensão de muitos dos meandros característicos de outros campos de relações de poder no país.

No panorama do problema apresentado no capítulo inicial, o pesquisador, caminhando na contramão das interpretações que ressaltam a fluidez de papéis e a liberalidade total nas relações sexuais no país, examina situações e mecanismos que revelam a rigidez na distribuição de papéis femininos e masculinos no cotidiano e uma escala de valores bastante marcada simbolicamente entre estes Nesse sentido, analisa criticamente situações que passam como "naturais" no Brasil, como o contraste entre a importância concedida ao futebol masculino—verdadeiro representante do orgulho nacional—e o descaso votado à prática do futebol feminino, que agora comprovadamente tem alcançado resultados brilhantes nas competições internacionais A atribuição do poder, em regra geral, concedida ao que é considerado "masculino" sobre o que é "feminino" associa-se à hierarquia simbólica entre o papel ativo ou passivo na relação sexual Essa dicotomia, como aponta Severino Albuquerque, repercute nas representações relacionadas à AIDS e sua difusão.

Além de analisar as manifestações abertas ou veladas da homofobia, na vida pública e no teatro, Severino Albuquerque procurou desvendar os efeitos da intimidação: os silêncios e encobrimentos Arrisca-se a indagar, por exemplo, sobre a ausência de uma dramaturgia que apresente publicamente, por exemplo, os conflitos homoeróticos de Mário de Andrade Por outro lado, baseado em conhecimento amplo da história do teatro brasileiro, descobre no teatro de revista a cumplicidade com uma platéia caracterizada pela sensibilidade homoerótica, ávida de irreverência e do espetáculo da ambigüidade nos papéis sexuais, mesmo antes da adaptação do gênero aos espetáculos de travestis.

O pesquisador demonstra que, em diferentes momentos do século XX, paralelamente à abertura para outras lutas sociais, permaneceu no Brasil a dificuldade de gays e lésbicas encontrarem espaços para veiculação de suas experiências, exceto nas manifestações ligadas à inversão carnavalesca Mas não deixa de se perguntar sobre os limites destas, pois também propiciam rituais de rebaixamento e agressão aos subalternos Quanto à visibilidade das transgressões ao padrão heterossexual, Severino Albuquerque não parece considerar muito expressiva a repercussão das demonstrações de preferências sexuais alternativas no mundo da música No entanto, o fato de a maioria absoluta das cantoras de "rock" ou MPB serem, desde a década de 70, reconhecidamente lésbicas levanta a possibilidade de haver uma escolha, consciente ou não, da utilização desse setor, que conseguiu driblar a repressão violenta que castigou a produção teatral desde fim dos anos sessenta, para a problematização de modelos de comportamento.

A perspectiva crítica diante da representação do homossexualismo tamb...

pdf

Additional Information

ISSN
1548-9957
Print ISSN
0024-7413
Pages
pp. 196-198
Launched on MUSE
2005-04-25
Open Access
No
Back To Top

This website uses cookies to ensure you get the best experience on our website. Without cookies your experience may not be seamless.