In lieu of an abstract, here is a brief excerpt of the content:

Reviewed by:
  • (Re)imagining African Independence: Film, Visual Arts and the Fall of the Portuguese Empire ed. by Maria do Carmo Piçarra and Teresa Castro
  • Elena Brugioni
Piçarra, Maria do Carmo and Teresa Castro, eds. (Re)imagining African Independence: Film, Visual Arts and the Fall of the Portuguese Empire. Bern: Peter Lang, 2017. xvi + 287 pp.

O ensaio—organizado por Maria do Carmo Piçarra, e Teresa Castro—é o oitavo volume da nova série da editora Peter Lang, Reconfiguring Identities in the Portuguese-Speaking World. Dirigida por Paulo de Medeiros e Cláudia Pazos-Alonso, a série já conta com uma seleção de ensaio de grande qualidade e diversidade e tem, entre os seus objetivos, a publicação de pesquisas académicas que se debruçam sobre temas, autores e contextos de língua portuguesa, divulgando junto do mundo editorial anglófono trabalhos fundamentais e que, de outra forma, devido as ainda persistentes fronteiras linguísticas que demarcam o universe da publicação académica, permaneceriam desconhecidas. Neste sentido, o ensaio organizado por Piçarra e Castro constitui uma contribuição fundamental e, portanto, uma escolha mais de que bem acertada para integrar o catálogo em língua inglesa da editora Peter Lang.

O livro, composto por treze capítulos, um ensaio introdutório de autoria das organizadoras e um prefácio de Lúcia Naguib, é o resultado dos trabalhos desenvolvidos na conferência internacional Liberation Struggles, The Portuguese End of Empire and the Birth (through images) of the African Nations que teve lugar em 2016 no Centre for Film Aesthetics and Culture (CFAC), na Universidade de Reading e no King's College (Londres), financiada pela Fundação Calouste Gulbenkian e pelo Instituto Camões e integrada nas atividades do projeto de pós-doutorado então desenvolvido por Maria do Carmo Piçarra. O livro constitui também um dos resultados das iniciativas e dos projetos promovidos pela ALEPH—Network for Action and Critical Research into Colonial Images, uma rede de pesquisa criada em 2015 com o intuito de estabelecer um debate público sobre o acesso a coleções e acervos de imagens coloniais em Portugal e que hoje conta com diversas parcerias institucionais a nível nacional e internacional, promovendo importantes ações de divulgação e debates sobre arquivos coloniais de imagens.

Em primeiro lugar, gostaria de salientar o excelente trabalho desenvolvido pelas organizadoras no que diz respeito à seleção e sistematização dos capítulos que constituem o ensaio cuja coerência e coesão se torna particularmente louvável, também por se tratar de uma publicação resultante de um evento académico. Aspeto este que se torna evidente ainda que só pelos títulos das diversas partes que estruturam o livro (que seguem em tradução livre do inglês): 1. O nascimento (através de imagens) das nações africanas; 2. A queda do império português: olhares estrangeiros durante a Guerra Fria; 3. Imagens em movimento, representações pós-coloniais e o arquivo; 4. Repensando narrativas (pós-)coloniais: recortes artísticos (cf. Artistic Takes). Apresentando uma estrutura crítico-temática que parece recusar as amarras de pressupostos geográficos e cronológicos que se mostrariam [End Page E8] um tanto desajustados em vista dos objetivos que uma coletânea desta natureza visa lograr, os diversos capítulos que integram as partes que estruturam o livro parecem obedecer a um movimento contrapontual de pendor abertamente comparatista—entre contextos e autores, linguagens e estéticas, momentos históricos e espaços geo-políticos—que se torna particularmente adequado e produtivo, sobretudo tendo em conta as diretrizes críticas e conceituais que orientam as reflexões teóricas e analíticas desenvolvidas nos diversos capítulos de que Piçarra e Castro dão conta no capitulo de introdução do livro, "Colonial Reflections, Post-Colonial Refractions: Film and the Moving Image in the Portuguese (Post-) Colonial Situation" (1–22). O vai e vem entre Angola e Moçambique que pauta os primeiros quatros capítulos dos livros de autoria, respetivamente, de Maria do Carmo Piçarra, Raquel Schefer, Ros Gray, e...

pdf

Additional Information

ISSN
1548-9957
Print ISSN
0024-7413
Pages
pp. E8-E10
Launched on MUSE
2020-01-28
Open Access
No
Back To Top

This website uses cookies to ensure you get the best experience on our website. Without cookies your experience may not be seamless.