We are unable to display your institutional affiliation without JavaScript turned on.
Browse Book and Journal Content on Project MUSE
OR

Find using OpenURL

Rent from DeepDyve Rent from DeepDyve

Queer Lusitania: António Nobre’s Minor Nationalism

From: Luso-Brazilian Review
Volume 48, Number 2, 2011
pp. 5-22 | 10.1353/lbr.2011.0037

Abstract

Abstract:

Uma das principais ênfases estéticas e ideológicas na cultura intelectual portuguesa das últimas décadas do século XIX deveu-se à campanha multifacetada de redescoberta e reinvenção nacional, que foi catalizada pela crise do Ultimatum britânico e teve em António Nobre o seu protagonista literário mais original e, a longo prazo, mais influente. Este artigo foca a resignificação performativa da identidade lusitana, realizada por Nobre, no contexto da sua inédita e altamente heterodoxa negociação dos tropos de família, género e orientação sexual. A reescrita queer a que o poeta sujeita as fórmulas genealógicas do nacionalismo português emerge como um projecto subversivamente “menor” e desterritorializado (no sentido elaborado teoricamente por Deleuze e Guattari), constituindo uma contribuição singularmente perversa e profundamente desconstrutiva para o repertório cultural nacionalista.



You must be logged in through an institution that subscribes to this journal or book to access the full text.

Shibboleth

Shibboleth authentication is only available to registered institutions.

Project MUSE

For subscribing associations only.


Recommend

  • You have access to this content
  • Free sample
  • Open Access
  • Restricted Access